top of page

“Quem lutou para a CPI não existir quer impedir que ela atue”, afirma Domingos Sávio

Atualizado: 26 de set. de 2023



Membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do MST, o deputado federal Domingos Sávio (PL-MG) voltou a falar, no início desta semana, sobre as expectativas da atuação da CPI pelos próximos dias. Com reuniões já realizadas e outras a serem marcadas, a CPI tem como objetivo investigar a fundo quem são as pessoas e/ou empresas que financiam as invasões de terra promovidas por estes movimentos, uma vez que a prática vem aumentando de forma considerável desde o início de janeiro.

Segundo números dos órgãos de segurança pública, estima-se que mais de 40 invasões já tenham sido registradas em todo o país desde o início do ano. O número é superior ao registrado durante os doze meses de 2022. Para Domingos Sávio, isso possui uma justificativa. “Quando você vê um movimento de invasores respaldados pelo governo federal, a preocupação é grande. E quando eu digo que estão respaldados é porque vemos o presidente com boné do movimento, ministros defendendo as práticas criminosas destas pessoas, dentre outras ações”, afirmou o deputado.

Domingos Sávio reforçou ainda que o apoio a essas práticas vai contra o que temos por garantia em nossa Constituição Federal. “O artigo 5, que é o mesmo que garante a nossa liberdade, também fala do direito à propriedade. E não é invadindo terras e ameaçando proprietários que se exerce esse direito. Muito pelo contrário: isso é crime, e está previsto no nosso código penal”, concluiu Domingos Sávio.

Comments


bottom of page