top of page

Região de Ermida começa a receber pavimentação poliédrica em locais críticos

Atualizado: 26 de set. de 2023



A empresa Engebrum Construtora Ltda iniciou as obras de pavimentação poliédrica na comunidade de Tamboril. As máquinas estão trabalhando na comunidade no nivelamento, preparação e correção do solo. Essa obra faz parte de um conjunto de pavimentação de 16 pontos críticos, em nove comunidades da região de Ermida e Quilombo que receberão pavimentação poliédrica dos locais críticos das estradas vicinais na zona rural do município.

Serão realizados, no total, 27.279,68 metros quadrados de pavimentação poliédrica, calçamento. A drenagem e o calçamento serão realizados na área que incluirão os seguintes trechos:

  • Estrada que vai para Tamboril. A obra tem o comprimento de 779,63 metros e área de 5.050,83 metros quadrados.

  • Estrada que vai para Santo Antônio dos Campos. A obra tem o comprimento de 964,50 metros e área de 5.754,69 metros quadrados.

  • Estrada que vai para Serra Calçada. A obra tem o comprimento de 441,31 metros e área de 2.648,86 metros quadrados.

  • Estrada que vai para Serra Calçada. A obra tem o comprimento de 441,31 metros e área de 2.648,86 metros quadrados.

  • Estrada que vai para a Comunidade Mutirão. A obra tem o comprimento de 821,03 metros e área de 4.735,31 metros quadrados.

  • Estrada entre a Comunidade Mutirão e Santo Antônio dos Campos. A obra tem o comprimento de 240,39 metros e área de 1.439,84 metros quadrados.

  • Estrada entre a Comunidade Mutirão e Santo Antônio dos Campos. A obra tem o comprimento de 540,48 metros e área de 3.239,44 metros quadrados.

  • Estrada que vai para Comunidade de Jararaca. A obra tem o comprimento de 325,45 metros e área de 1.920,17 metros quadrados.

  • Estrada que vai para Comunidade de Quilombo. A obra tem o comprimento de 413,38 metros e área de 2.490,54 metros quadrados.

Além da pavimentação, o projeto ainda propõe a implementação de meio fio e sarjeta; e ainda obras complementares de bueiros, boca de lobo e saídas d’água.

O período de chuvas é sempre dificultoso para a conservação de estradas rurais. O fato se agrava em pontos com declives, em que a falta de drenagem pluvial forma grandes crateras na estrada devido o escoamento da água. “Pavimentações de trechos de estradas vicinais são fundamentais para o escoamento da produção familiar, de leite e derivados, além do acesso de centenas de famílias que residem na zona rural. Busco sempre ter um olhar diferenciado para a zona rural e isso inclui olhar para os pontos críticos das estradas e os principais acessos à zona rural da cidade”, adiantou Domingos Sávio.

Morro do João Belarmino

Outra emenda do deputado Domingos Sávio, já finalizada, no valor de R$ 260 mil possibilitou a pavimentação que compreende o trecho inicial de acesso às comunidades de Lages e Djalma Dutra, iniciando a pavimentação em Santo Antônio dos Campos (Ermida) e se estendendo por aproximadamente 751,84 metros à estas localidades.

A obra compreende 5.262,88 metros quadrados de pavimentação poliédrica, constituída de materiais pétreos irregulares rejuntados com areia tipo sílica. Também foram assentados 1.503,68 metros de meio-fio e instaladas três saídas de água. Para o trabalho foram realizadas três etapas: preparação do solo com terraplanagem, execução e compactação do pavimento.

Pontos críticos rurais

Uma emenda do deputado federal Domingos Sávio no valor de R$ 400 mil possibilitou o calçamento de trechos críticos e melhorias no acesso secundário ao bairro Jardim Primavera e na Comunidade de Lava-Pés. Na Serra Calçada, foi feito o alargamento da via que apresentava risco de colisão frontal entre veículos, além de restringir o acesso de grandes veículos.

Com informações da PMD

コメント


bottom of page